Notícias

23abr

Dicas para aumentar o nosso nível de energia no dia a dia

Todos nós temos fases em que nos sentimos cansados e sem vitalidade. Seja qual for a causa, e descartado qualquer problema médico, podemos fazer pequenas mudanças na rotina para aumentar o nosso nível de energia e bem-estar.

A BBC Mundo consultou publicações de especialistas e traz algumas recomendações.
 

1. Aprenda a pisar no freio

Não se sobrecarregue de atividades, e muito menos tente executá-las em pouco tempo. Além de contraprodutivo, isso pode acabar reduzindo a sua energia.
Divida as tarefas distribuindo-as ao longo do dia e, se possível, ao longo da semana. Esse é um dos conselhos da publicação especializada em saúde da Escola de Medicina da Universidade de Harvard, a Harvard Health Publishing.
De acordo com o serviço de saúde do Reino Unido, o estresse consome muita energia. Assim, introduza em sua rotina diária atividades relaxantes, como ouvir música, ler e ver amigos.
 

2. Faça exercícios ou tire uma sesta

Ainda que sejam coisas opostas, fazer exercícios ou tirar uma sesta podem ter efeitos mágicos para aumentar a energia.
Conforme a Escola de Medicina de Harvard, não há nada mais reconfortante para o corpo e a mente do que uma sesta curta, de 20 ou 30 minutos, quando se está esgotado.
Já o serviço de saúde britânico informa que exercícios regulares nos fazem sentir menos cansados a longo prazo, nos trazendo, portanto, mais energia.
Recomenda-se começar com pequenas sessões de exercício e ir aumentando a duração com o passar do tempo, até que alcance o objetivo recomendado de duas horas e meia semanais de exercício aeróbico de intensidade moderada, como andar de bicicleta ou caminhar rapidamente.

3. Não caia na armadilha do doce

É preciso ser sábio na hora de decidir qual combustível vai nos abastecer.
De acordo com a Harvard Health Publishing, os doces fornecem ao nosso organismo muitas calorias, mas o corpo precisa metabolizá-las rapidamente e isso pode resultar em fadiga.
Portanto, para manter um nível de energia mais estável é indicada a ingestão de proteínas magras e carboidratos não refinados. Um exemplo? Tome um iogurte com nozes, passas e mel. Dessa maneira, seu corpo absorverá a mistura de carboidratos e proteínas gradualmente.
A publicação de Harvard também recomenda que não se pule refeições, para que o corpo receba a nutrição de que precisa ao longo do dia. O serviço de saúde britânico concorda: se comermos em horários regulares, será mais fácil manter os níveis de energia.


Informações: BBC Brasil
Redação: Prática 

Enviar por email O preenchimento do nome é obrigatório. O preenchimento do email é obrigatório. O preenchimento do nome do destinatário é obrigatório. O preenchimento do email do destinatário é obrigatório.

Obrigado! Seu email foi enviado.

Fechar